Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes para aprimorar ainda mais a sua experiência em nosso site. Consulte nossa Política de Privacidade para obter mais informações. Ao usar nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Terminuric - Terminalia bellerica
Terminuric Nome científico: Terminalia bellerica Nome comum: Baheda Uso: Interno   ( Baheda )     Introdução        Terminalia  bellerica  também  conhecida  como  Beleric  Myrobalan  em  inglês,  localmente conhecida como Bahera na Índia, tem sido usada há séculos na Ayurveda, originária da Índia.         O fruto seco, utilizado para fins medicamentosos, é encontrado ao longo do Subcontinente indiano, Srilanka e sudeste asiático, numa altitude de até 1200 metros, em uma ampla variedade de  ecossistemas.        Tradicionalmente,  T. bellerica é  usado  para o  tratamento  de  várias  doenças,  tais  como conjuntivite, asma, enxaqueca, calvície, constipação e visão fraca. Ele contém vários fitoconstituintes,  como  glicosídeos,  flavonóides,  taninos,  compostos  fenólicos,  aminoácidos  e  saponinas  que  são responsáveis  por  diversas atividades  farmacológicas  como anti-inflamatória,  anti-diabética, antimicrobiana,  anti-salmonela,  anti-biofilme,  anticancerígena, hepatoprotetora,  antipirética e antidiarreica.        Terminuric é derivado da Terminalia bellerica, composto por 25% de taninos, com potente atividade  inibitória da xantina oxidase. É considerado um super  antioxidante e uma alternativa natural para controlar os níveis de ácido úrico.  O seu uso está relacionado com a melhora da artrite gotosa (Gota) sem ocasionar efeitos colaterais e interações medicamentosas.           A  gota  é  uma  forma  de  artrite  inflamatória causada por uma desordem metabólica, a hiperuricemia, o que leva à deposição de cristais de ácido úrico em tecidos e fluidos dentro do corpo. A hiperuricemia é causada por uma superprodução ou mesmo, uma excreção inadequada de ácido úrico, sendo um risco não só para a progressão de uma doença renal, mas também, podendo induzir ou agravar doenças cardiovasculares.             Os fatores de risco relacionados à gota incluem: excesso de peso ou obesidade, hipertensão, ingestão de álcool, uso de diuréticos, dieta rica em purina e frutos do mar além do funcionamento inadequado dos rins.              A gota é classificada em aguda e crônica. O surgimento do quadro agudo ocorre quando os cristais de urato presentes nas articulações provocam inflamação, caracterizada por dor, vermelhidão, inchaço e calor. Em relação ao quadro crônico, é caracterizado por artrite crônica, com dores nas juntas. Os tratamentos buscam aliviar as dores associadas ao ataque agudo e também, prevenir futuros ataques.               A  terapia tradicional  para  a  gota  aguda  inclui tratamentos  com  Anti-inflamatórios  não esteroides  (AINEs),  colchicina  e  agentes  esteroidais para  aliviar  a  dor  e  a  inflamação.  Esses medicamentos, apesar de eficazes, podem causar numerosos efeitos adversos além de apresentarem diversas interações medicamentosas. A terapia preventiva para portadores de gota crônica ou ataques recorrentes inclui medicamentos como o alopurinol ou febuxostate os quais contribuem para diminuir os níveis séricos de ácido úrico, porém ambos possuem efeitos adversos e uma série de interações medicamentosas.    Fármacos Principais Efeitos Adversos AINEs (Anti-Inflamatórios  Não-Esteroidais)  Envolvem  Trato Gastrointestinal  (TGI)  (gastrite,  sangramento);  rins (necrose  papilar  renal);  coração  (elevação  da  pressão  arterial);  SNC  (cefaleia, tontura). Colchicina Envolvem TGI dependente da dose (náusea, vômitos, diarreia). Alopurino Exantema,  leucopenia,  cefaleia,  urticaria,  crise  de  hipersensibilidade  (febre, dermatite, disfunção renal e hepática).  Febuxostate Náusea, artralgias, elevação mínima de transaminases hepáticas. Tabela : Principais efeitos adversos dos medicamentos convencionais disponíveis no mercado para tratamento da gota.         Desta forma, pacientes têm buscado por tratamentos naturais alternativos que possuem menos efeitos colaterais bem como, menos interações medicamentosas   Propriedades Mecanismo de Ação           A Terminalia bellerica pode inibir a xantina oxidase, enzima envolvida na síntese de ácido úrico, substância derivada da xantina, de maneira dose-dependente. Terminalia bellerica possui um mecanismo de ação similar ao fármaco Alopurinol.          O excesso de atividade de xantina oxidase gera altos níveis de ácido úrico o que pode desencadear a formação de  cristais nas articulações e tecidos, levando ao desenvolvimento da gota.         Além de inibir a produção de ácido úrico e, portanto, o processo inflamatório da gota, acredita-se que os compostos bioativos presentes na Terminalia bellerica possuem efeitos anti- inflamatórios, possivelmente devido à inibição da sintase indutora de óxido nítrico (iNOS).      Indicações   Redução dos níveis de ácido úrico; Coadjuvante nos tratamentos da Gota.   Concentração recomendada    500 mg ao dia     https://dermaco.com.br/produto/detalhe/terminalia-bellerica-30-capsulas-/266  ​​​​​​​ Salve a página do nosso blog nos favoritos do seu navegador para não perder nenhuma novidade por aqui. Siga também nosso perfil no Instagram e compartilhe com seus amigos nossas dicas.   Faça sua receita na Dermaco, onde sempre é mais barato! ✅ Contatos: ☎ (53) 984.260.150 Site: www.dermaco.com.br   ✅ Endereços em Rio Grande - RS: - 24 de Maio, 280, Centro - General Neto, 75, Centro - Avenida Rio Grande, 35, Cassino      
Postado em 21/07/2022
Ansiedade: saiba quem pode ter
Todo mundo pode ter algum sintoma de ansiedade um dia Tempo de leitura: 7 min.   Em tempos modernos a ansiedade se tornou tão comum quanto um resfriado, atingindo todas as faixas etárias e classes sociais. Recentemente, enfrentamos uma crise sanitária global contra o Coronavírus (COVID-19), inicialmente a falta de informação sobre o vírus e as medidas de prevenção, ocasionaram mudanças nos hábitos de todos. Por conta disso, a ansiedade começou a se manifestar em pessoas saudáveis ou se agravar em quem já sofria de algum tipo de transtorno. Neste post vamos falar sobre a Ansiedade e apresentar algumas informações gerais. Acompanhe até o final para entender melhor e saber se você pode estar com algum indício de ansiedade, como também, realizar algum tipo de tratamento.   Conteúdo: O que é Ansiedade Qual a diferença entre o transtorno de ansiedade e a ansiedade comum? Ansiedade tem cura?  Causas comuns Autotratamento Quando procurar assistência médica O que é bom para a ansiedade?   O que é Ansiedade? A ansiedade é um termo geral para variados distúrbios que podem causar nervosismo, inquietação, medo, pânico, apreensão, preocupação, taquicardia, pressão alta, entre outros diversos sintomas. A ansiedade é uma reação que todo indivíduo experimenta diante de algumas situações do dia a dia, como falar em público, expectativa para datas importantes, entrevistas de emprego, vésperas de provas, exames de saúde entre outras. Contudo, algumas pessoas vivenciam esta reação de forma mais frequente e intensa, que pode ser considerada patológica e comprometer a saúde emocional. Como saber quando a ansiedade normal ultrapassa os limites e pode ser considerada um transtorno?  Preocupação intensa, excessiva e persistente e medo de situações cotidianas. Podem ocorrer frequência cardíaca elevada, respiração rápida, sudorese e sensação de cansaço.   Qual a diferença entre o transtorno de ansiedade e a ansiedade comum? A ansiedade é um sintoma comum nas pessoas em geral, por exemplo, ficar ansiosa por causa de uma prova ou exame final da escola ou faculdade, uma entrevista de emprego, ou também, quando vai conhecer alguém pessoalmente. Mas, normalmente, esse sentimento passa logo em seguida do evento. Portanto, isso é considerado como uma ansiedade comum. Já no transtorno de ansiedade, é quando “quase” tudo torna-se motivo de preocupação exagerada e contínua, ou seja, o sentimento nunca acaba depois de um evento. Tipo, ficar tenso sem razão aparente. A pessoa não é capaz de relaxar, essas crises contínuas quando repetidas são sinais evidentes de algum transtorno de ansiedade.   Causas comuns Como já falamos inicialmente, passamos por um período inusitado na história, e ansiedade pode ser normal, principalmente devido aos fatores atuais. Mas se torna um indicador de doença subjacente somente quando os sentimentos se tornam excessivos, obsessivos e interferirem na vida cotidiana.   Ansiedade tem cura?  Com a medicina atual, não dá para dizer que tem cura. Mas sim, é possível aprender a lidar com a ansiedade em qualquer situação e desenvolver total autocontrole. Sempre que diagnosticado, realizar terapia é imprescindível. Existem diferentes tipos de terapias, que devem estar de acordo com cada caso.  Ao longo das sessões de terapia, o paciente deve aprender como os transtornos agem e reconhecer os gatilhos para cada crise. Adotar técnicas de relaxamento como a meditação, alongamento, atividades físicas, entre outras práticas saudáveis podem complementar o tratamento contra ansiedade. Dependendo da gravidade do caso, há situações em que o uso de medicamentos controlados se fazem necessários. Sempre com orientação e receituário médico. O primeiro passo é não ter vergonha de pedir ajuda. Pois, é possível conviver com a ansiedade numa boa e ter uma vida saudável.   Autotratamento Assim como o autodiagnóstico, é possível realizar um autotratamento para ansiedade. Um dos fundamentos principais é a prática de atividade física, com isso não só a ansiedade mas outros diversos sintomas negativos podem ser combatidos. Manter uma dieta saudável sempre é um desafio para muitas pessoas, mas tenha disciplina  e faça boas refeições. Com tudo isso, o sono se tornará regular, pois geralmente a ansiedade causa insônia também. Lembre-se de realizar exercícios de relaxamento, como a mediação ou alongamentos, mesmo em conjuntos de outras práticas de atividades físicas. Procure participar de um grupo de apoio, realizar reuniões coletivas com outras pessoas que sofrem dos mesmos sintomas, também pode ajudar.  Para um tratamento excelente é recomendável evitar a cafeína, nicotina, álcool, entre outras drogas estimulantes. Sabemos que é difícil ficar sem aquele cafézinho, mas ao menos diminua o consumo.    Quando procurar assistência médica Consultar um médico para obter um diagnóstico e também antes de realizar algum tratamento, sempre é a melhor opção. Porém, se tratando de ansiedade, consulte um médico imediatamente nos seguintes casos: Pensamentos suicidas e ou assassinos Incapacidade de trabalhar ou realizar atividades do dia a dia Afastamento social Abuso de drogas como o álcool e substâncias psicoativas lícitas e ou ilícitas Sensação de tristeza, desânimo, apatia A ansiedade, em alguns casos, pode ser confundida com a depressão, que é outra doença e que precisa de tratamentos diferentes.  Portanto, a consulta com um médico deve ser considerada em qualquer situação.    O que é bom para a ansiedade? Para finalizar nosso post, separamos uma dica especial para você. Afinal, o que é bom para a ansiedade? A combinação de boas práticas saudáveis e pensamentos positivos, irão diminuir as reações do corpo contra a ansiedade. Mas também, a utilização de complementos vitamínicos naturais auxiliam no tratamento. Você pode ingerir diariamente as cápsulas do Suplemento Vitamínico que agrupa vitaminas do Complexo B, vitaminas lipossolúveis e hidrossolúveis, indispensáveis à obtenção de energia e bom funcionamento orgânico. O Suplemento Vitamínico, reúne as propriedades para diminuição da ansiedade, insônia, instabilidade humor, aumento da massa muscular, diminuição da queda dos cabelos, fortalecimento de unhas, prevenção de gripes e resfriados, prevenção de anemia nutricional, entre outros benefícios para sua saúde.   Acesse o link aqui, para saber mais sobre o Suplemento Vitamínico, este importante auxiliador para o seu bem-estar.     Salve a página do nosso blog nos favoritos do seu navegador para não perder nenhuma novidade por aqui. Siga também nosso perfil no Instagram e compartilhe com seus amigos nossas dicas. Faça sua receita na Dermaco, onde sempre é mais barato!   ✅ Contatos: ☎ (53) 984.260.150 Site: www.dermaco.com.br   ✅ Endereços em Rio Grande - RS: - 24 de Maio, 280, Centro - General Neto, 75, Centro - Avenida Rio Grande, 35, Cassino
Postado em 31/05/2022

Contato

Rua 24 de maio, 280 - Centro - Rio Grande/RS - CEP: 96200-003
(53) 3232-9987
[email protected]
91.142.695/0001-00

Formas de pagamento

certificados de segurança

Top